Governo do Distrito Federal
16/02/22 às 10h35 - Atualizado em 16/02/22 às 10h39

Brasília e Canela estreitam laços

Secretárias de Turismo do DF, Vanessa Mendonça e Carla Reis, da cidade gaúcha, discutem cooperação técnica e avaliam projetos para a economia criativa por um novo olhar do Turismo.

 

 

“Nossa capital é de todos os brasileiros”. Assim a secretaria de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, que também é diretora da Anseditur (Associação Nacional dos Secretários de Turismo) recebeu a nova secretária de Cultura e Turismo de Canela (RS), nesta segunda-feira (14). Carla Reis, que deixou sua cadeira de vereadora para assumir a pasta municipal, veio a Brasília acompanhada do diretor de Marketing e Eventos do município gaúcho, Eduardo Ross Idalino.

 

“Vim conhecer a estrutura e os projetos da Setur/DF, já que venho da área de Cultura e começo essa atividade com o Turismo”, disse a secretária gaúcha. Carla Reis defendeu o novo olhar sobre o turismo e informou que Canela começa a dar o mesmo incentivo que a Setur para o turismo rural. “É uma forma de ampliarmos os horizontes para a agricultura familiar e gerar emprego e renda”, pontuou.

 

A secretária Vanessa Mendonça disse que a gestão de turismo tem que tentar entender as ações e programas e embalar as rotas como produto. “As vocações são claras, mas precisam ser embalados para ressignificar o turismo e gerar emprego e renda”, disse a secretária de Turismo do DF.

 

Vanessa explicou a Carla Reis que ao desenvolver uma rota turística como as criadas em Brasília, individualiza-se a oferta. “Você cria uma engrenagem de desejos que se tornam coletivos. Isso move toda a cadeia de 52 atividades ligadas ao turismo”, define Vanessa Mendonça.

 

Pontão do Lago Sul – Arquivo – Setur/DF.

 

As duas gestoras conversaram sobre rota cinematográfica, que ambas as cidades estão desenvolvendo. Brasília aproveitando os filmes nacionais e internacionais rodados aqui, como o atual campeão de bilheterias “Eduardo e Mônica”, inspirado na canção da Legião Urbana, escrita por Renato Russo. Carla Reis informou que Canela está desenvolvendo algo similar, mostrando o Parque do Caracol, onde foi rodada a minissérie “Casa das Sete Mulheres”, partes do filme “O Quatrilho”, que originou o novo cinema brasileiro, nos anos 1990, e a novela “Chocolate com Pimenta”.

 

Canela é um município praticamente voltado ao turismo. Cerca de 80% das atividades e da economia local giram em torno do turismo. Com 55 mil habitantes, a cidade recebe números recordes de visitantes. De acordo com a secretária Carla Reis, foram 6 milhões de turistas para o calendário de eventos entre festas, Natal e Réveillon, numa programação de 89 dias, em 2021.

 

Parque do Caracol – Canela/RS. Divulgação/Prefeitura de Canelas.

 

 

Os números impressionam em Canela, já que a média de visitantes por data festiva chega a 67 mil pessoas. “Nessa virada de ano, para o Natal e o Ano Novo, tivemos lotação máxima da cidade, mas com atividades abertas e ao ar livre”, lembrou o diretor de eventos do município, Eduardo Ross.

 

As duas gestoras aproveitaram a oportunidade e iniciaram conversação sobre o programa de Turismo Cívico Pedagógico. Será mais um intercâmbio nacional de um case brasiliense de sucesso. A Setur já vem atuando em seis estados, em sete municípios, por meio de Acordos de Cooperação Técnica (ACT) para trazer a Brasília estudantes do ensino fundamental. Nessa programação, são ministradas aulas de História do Brasil, em monumentos e sedes do poder, unindo prática e turismo cívico e arquitetônico.

 

Este tipo de ACT já contemplou os municípios de Cláudio (MG), Vassouras e Casemiro de Abreu (RJ), Recife (PE), São Luís (MA), Fortaleza (CE) e Pirenópolis (GO).