Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/03/13 às 18h40 - Atualizado em 11/10/17 às 16h44

Via-sacra de Taguatinga mistura música e dança no espetáculo da Paixão de Cristo

COMPARTILHAR

Edição deste ano terá a participação do ator Sérgio Marone no papel principal e da cantora Elba Ramalho como Verônica

O público da 23ª edição da Via-sacra de Taguatinga, que ocorrerá nos dias 29 e 31deste mês no Taguaparque, Pistão Sul, será surpreendido com a mistura de música e dança. Os organizadores do tradicional evento sobre a morte e a ressurreição de Jesus prometem, novamente, emocionar a todos numa mega estrutura de arquibancadas e um grande palco com tablado e várias participações especiais no elenco.

A via-sacra de Taguatinga é um grande espetáculo de Teatro de Arena com uma iluminação especial e trilha sonora criada pelo artista Pauli Di Castro. A edição deste ano terá a participação do ator Sérgio Marone no papel de Jesus. O ator tem várias participações em novelas e filmes e tornou-se conhecido por sua atuação como Mauricinho Cecéu na novela “O Clone”de Glória Perez. Outra novidade é a participação da cantora Elba Ramalho no papel de Verônica. Durante a encenação, Elba cantará “Ave Maria” e “Oração de São Francisco.”

Maria será interpretada pela atriz e cineasta pernambucana, radicada em Brasília, Núbia Santana. A cineasta é reconhecida no meio cinematrográfico da cidade, com várias produções no currículo, inclusive o longa metragem “Pra Ficar de Boa”, produzido em 2008 selecionado para o 11º Festival de Cinema Brasileiro em Paris e que retrata a vida de jovens que moram pelas ruas de Brasília.

A produção da via-sacra conta com cerca de 800 profissionais envolvidos, entre atores, técnicos, voluntários e organizadores. Os espectadores poderão acompanhar o martírio de Jesus Cristo de uma arquibancada coberta e em telões de alta definição e com grande dimensão. Haverá ainda um trabalho detalhado de luz que irá compor cenários, palco com 400 m2 e vários elementos, como elevadores e cabos de aço que darão um grande dinamismo e que permitem maior proximidade entre os atores e o público presente.

*Com informações da Secretaria de Cultura do Distrito Federal