Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/01/18 às 15h49 - Atualizado em 16/01/18 às 11h20

Torre de TV – sucesso de público

COMPARTILHAR

Um dos cartões-postais mais movimentados na capital, a Torre de TV recebeu milhares de pessoas em 2017. O ponto turístico contabilizou o total de 412.083 mil visitantes ao mirante e mezanino, sendo uma média de 34 mil por mês. Em dezembro, quando o horário foi estendido até 21 horas, 35.251 pessoas compareceram ao local e puderam desfrutar também a beleza da Fonte Luminosa.

 

Assim como a Torre de TV, no ano passado os brasilienses e turistas também frequentaram o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, palco de sete jogos da Copa do Mundo de 2014 e de dez partidas das Olimpíadas de 2016. Foram 10.483 pessoas que participaram tanto das visitas guiadas aos sábados de manhã como das pré-agendadas. Elas conheceram áreas como o gramado, os vestiários e a zona mista.

 

“Foi um ano de muito trabalho para a nossa Secretaria. O reconhecimento veio por meio do título de cidade criativa, concedido pela Unesco, e do crescimento das atividades turísticas na capital nas principais datas comemorativas”, avalia o secretário de Turismo, Jaime Recena.

 

Parte dos visitantes que desembarcam em Brasília, em 2017, puderam ser recepcionados pelos Centros de Atendimento ao Turista (CAT). Pelos três postos de atendimento localizados no Aeroporto Internacional JK, Casa de Chá (Praça dos Três Poderes) e Centro de Convenções Ulysses Guimarães, passaram 17.789 mil pessoas, sendo esse número dividido entre turistas nacionais e internacionais.

 

Turismo Cívico – Locais como Palácio do Buriti e Residência Oficial de Águas Claras, que trabalham com a preservação do contexto histórico, cultural e turístico, continuaram fazendo parte do Turismo Cívico, projeto que consolida e promove a educação patrimonial para alunos da rede pública, Centros Olímpicos e Paralímpicos e atendidos pelos Centros e Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculo. O número de pessoas atendidas pulou de 1.565 pessoas, em 2016, para 2.503, no ano seguinte.