Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/01/13 às 16h40 - Atualizado em 11/10/17 às 16h44

Torcedores mais seguros na capital brasileira

COMPARTILHAR

As primeiras máquinas já estão previstas para a Copa das Confederações.

O Governo do Distrito Federal irá investir R$ 30 milhões em equipamentos de segurança para monitorar a movimentação pela cidade. Ao todo, serão duas mil câmeras posicionadas em pontos estratégicos que garantirão a tranquilidade de brasilienses e turistas antes, durante e após os grandes eventos previstos para a Capital Federal. As primeiras máquinas já estão previstas para a Copa das Confederações, quando a Secretaria de Segurança Pública deverá contar com 600 câmeras instaladas e em pleno funcionamento.

A verba foi liberada nesta segunda-feira (14). O objetivo da medida é fazer controle preventivo, ostensivo e repressivo da ação de criminosos, além de acompanhar o andamento do trânsito. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, os equipamentos terão capacidade de aproximação de imagem 35 vezes maior do que as câmeras convencionais. Isso facilitará o reconhecimento facial e até a identificação das placas de veículos

Além de conferir maior precisão no combate ao crime, a tecnologia da nova aparelhagem facilitará o gerenciamento por parte dos policiais. “Hoje, um policial é responsável pelo monitoramento de oito câmeras. Com o novo sistema, um militar poderá acompanhar 64 aparelhos”, destaca o secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar.

 A iniciativa do GDF está dividida em três etapas. Na primeira, os R$ 30 milhões liberados serão utilizados na aquisição de 835 câmeras. A segunda fase do projeto contemplará áreas que ainda não têm tecnologia de fibra ótica. Nesses locais, com apoio do governo federal, serão instaladas 765 câmeras. Na terceira etapa, serão colocados mais 400 aparelhos. Eles poderão monitorar, por exemplo, locais de entrada e saída de veículos e pessoas.