Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/08/17 às 11h41 - Atualizado em 11/10/17 às 17h01

Sucesso de todos – CoMA

COMPARTILHAR


 

 

A primeira edição da Convenção de Música e Arte (CoMA) chegou ao fim. Após três dias de intensa programação, o público se despediu do festival que uniu uma série de painéis sobre o mercado da música ao grande número de atrações musicais. O total de 20 mil pessoas prestigiou a iniciativa que também abriu espaço para novas bandas.

 

O complexo formado pelos espaços públicos do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, do Clube do Choro, da Fundação Nacional de Artes (Funarte) e do Planetário de Brasília caiu no gosto da plateia, formada, em sua maioria, por grupos de amigos, familiares e namorados. Eles aproveitaram o fim de semana de sol para curtirem os espaços de área livre.

 

“Estamos satisfeitos com o resultado e prontos para uma próxima edição. Cumpriu nossas expectativas. É muito importante entrar para o calendário cultural um festival que abre espaço para novos sons independentes, além de incentivar a ocupação de espaços públicos, característica marcante do nosso governo”, destaca o secretário de Turismo, Jaime Recena.

 

Em parceria com a organização do evento, a Secretaria de Turismo promoveu uma pesquisa de satisfação com 1.162 participantes. Diferente de eventos anteriores como carnaval e aniversário de Brasília, em que os visitantes preenchiam um formulário impresso, desta vez o questionário foi respondido via online.

 

De acordo com 96,4% dos entrevistados, a realização do CoMA modifica positivamente a imagem de Brasília. A pesquisa contou com a representatividade de 7% de turistas, sendo eles de estados como São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro e Paraná, além de estrangeiros de países como México, Colômbia, Paraguai, Holanda, França e República Dominicana.

 

“Incrível o número de pessoas que veio de fora, mesmo sendo a primeira edição. Pessoas de Natal, Rio de Janeiro, São Paulo. Elas viajaram para Brasília somente para curtir um festival novo e voltaram muito felizes. E a gente já começou os trabalhos para que, no próximo ano, o CoMA seja ainda melhor”, ressaltou André Noblat, um dos responsáveis pela criação do evento.

 

Rodada de negócios

 

O Turismo marcou presença nas conferências sobre o mercado música. Foram 36 painéis, workshops, debates e palestras. O secretário Jaime Recena participou em duas ocasiões. Na sexta-feira (4), na mesa de abertura e no sábado (5), sobre o potencial da música em gerar desenvolvimento para cidades por meio do turismo e geração de empregos.

 

O que rolou!

 

A programação contou com 50 grupos musicais, com destaque para o paulistano Emicida, que se apresentou no sábado (5); e o pernambucano Lenine, e os brasilienses da banda Scalene, que ocuparam o palco no domingo (6).