Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/04/13 às 20h22 - Atualizado em 10/04/13 às 12h22

Setur e BRB começam ciclo de oficinas sobre linhas de crédito

COMPARTILHAR

Encontros visam auxiliar entidades do setor turístico a terem acesso aos financiamentos existentes.

A Secretaria de Turismo do Distrito Federal (SETUR-DF) está empenhada em fortalecer as empresas do segmento turístico e prepará-las para a nova era setor em Brasília. Pensando nisso o secretário de Turismo, Luís Otávio Neves, convidou o Banco de Brasília (BRB) para realizar oficinas segmentadas e capacitar os empresários para ter acesso às linhas de crédito existentes. As primeiras oficinas começaram a acontecer nesta terça-feira (9) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

As oficinas serão realizadas de forma segmentada até a próxima semana com todas as entidades que apresentaram interesse em participar. A proposta é que seja feita uma aproximação do Banco com o turismo para que ele entenda as necessidades de cada segmento e dessa forma os financiamentos possam beneficiar melhor o setor.

A primeira entidade a participar do projeto foi a Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil no Distrito Federal (ADVB-DF). Durante o encontro Cláudia Maldonado, que veio representando o setor, pode passar para o gerente de crédito industrial do BRB, Elder Dias, e para a subsecretária de políticas de Turismo, Ariadne Bittencourt, quais as necessidades dos associados da ADVB-DF e juntos eles buscaram formas de solucionar as demandas e fortalecer o setor.

“É importante essa visão da secretaria e é um grande diferencial promover essa aproximação da cadeia produtiva do turismo fomentando o investimento”, disse Cláudia Maldonado. “Essa gestão entende a transversalidade do turismo, que passa pela infraestrutura, pelos serviços, pela cultura e pela imagem do produto. E ela está tentando repensar isso com as entidades, vendo que imagem queremos passar de Brasília e como podemos fortalecer essa base que é fundamental”, avaliou.

Após a oficina Cláudia viu que existem vários caminhos que podem ser seguidos e agora acredita que também é necessária uma nova visão dos empresários. “Nós da ADVB vamos começar algumas ações para promover isso e tentar abrir diferentes visões para quem quer entrar ou, até mesmo potencializar, o mundo do empreendedorismo na cidade”, disse.

O encontro também foi vantajoso para o BRB, que pode conhecer a realidade do seu público. “É importante fazer esse levantamento com as entidades para que a gente saiba qual área do banco pode atuar em cada demanda. São vários tipos de linhas de financiamento e créditos diferenciados e para saber quais indicar precisamos conhecer as necessidades”, explicou Elder Dias.

Além da ADVB-DF outras 11 entidades participarão de oficinas no mesmo estilo.