Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/11/20 às 19h08 - Atualizado em 17/11/20 às 0h15

Setur-DF e Clube do Choro se reúnem com o Secretário Nacional de Cultura, Mário Frias

COMPARTILHAR

 

 

 

Brasília representa um dos principais pólos turísticos do Brasil. Conhecida como a capital do rock, é também difusora de um estilo musical que há muito tempo faz parte da identidade da cidade: o chorinho. O gênero atrai visitantes de todos os lugares para as dependências do Clube do Choro de Brasília, que além de espaço cultural, é também entretenimento e um importante atrativo turístico da cidade, palco de mais de 2.500 shows, assistidos por uma platéia de mais de 750 mil pessoas.

 

E foi para falar do Clube do Choro, que a secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, iniciou sua agenda nesta segunda feira (16/11). Ela se reuniu com o Secretário Nacional de Cultura, Mário Frias; o Deputado Federal Roberto Lucena e o Maestro Reco do Bandolim, Presidente do Clube do Choro de Brasília e sua equipe, para discutir iniciativas de retomada cultural do espaço e oferecer mais um serviço de qualidade aqueles que buscam Brasília como destino turístico. “O Clube do Choro é um importante atrativo turístico da nossa cidade. Ele está em uma localização privilegiada, próxima a Torre de TV e faz parte da nossa Rota Cultural, recentemente lançada pela Setur-DF. Nosso objetivo é justamente trabalhar em conjunto para melhorar ainda mais esse espaço e lançar mão de um programação ainda mais atrativa aos visitantes”, afirmou Vanessa Mendonça.

 

Na reunião, Reco do Bandolim apresentou a proposta do Complexo Cultural do Choro, um projeto inovador, que pretende transformar a área externa da sede projetada por Oscar Niemeyer em um grande espaço cultural com eventos para todas as idades e linguagens. “Estamos com uma grande expectativa para 2021. Queremos oferecer um espaço ainda melhor, capaz de reunir ainda mais visitantes em nome da música. É o reconhecimento do nosso trabalho, há mais de 40 anos, feito com muito carinho em nossa cidade. Agradecemos o apoio da Secretaria do Turismo do DF que, assim como nós, enxerga a música como um importante elemento cultural e essencial para o setor turístico. Nossa cidade é considerada a capital do Choro e o nosso clube é um dos espaços mais visitados da capital. Tenho certeza que 2021 será um ano com um importante significado de retomada, após um longo período de pandemia, quando estamos com a casa fechada. Cuidar que esse retorno seja o melhor possível, com novidades e atrações para os nossos visitantes é o que estamos buscando”, disse o maestro do espaço, que também abriga a Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello, dedicada exclusivamente ao estilo, formando milhares de alunos.

 

O Secretário Nacional de Cultura ouviu as propostas e elogiou a iniciativa. “Queremos atender ao máximo o que podemos. Vamos estudar o projeto e, juntos, buscaremos soluções para fomentar a cultura em nosso país”, concluiu Mario Frias.