Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/02/13 às 18h19 - Atualizado em 11/10/17 às 16h44

Projeto Em Cena no Planalto agita vida cultural de Brasília

COMPARTILHAR

A programação do teatro Funarte Plínio Marcos, em Brasília, está cheia de atrações em janeiro e fevereiro. Elas fazem parte do projeto Em Cena no Planalto, contemplado no edital de ocupação do espaço.

Encerrando o mês de janeiro fica em cartaz até o dia 3 de fevereiro o espetáculo brasiliense “Adubo”, dirigido por Hugo Rodas, renomado diretor uruguaio, radicado em Brasília desde a década de 1970. A montagem conta com os atores Juliano Cazarré, Rosanna Viegas, André Araújo e Pedro Martins.

O projeto Em Cena no Planalto conta com vários espetáculos teatrais inéditos, oficinas, festivais e audição musical. A iniciativa tem como proposta apresentar uma safra especial de talentos do teatro, da dança, do circo e das artes populares. A programação prossegue até abril deste ano.

Espetáculo Adubo

Contando histórias que trazem a ideia de morte, ora como pano de fundo, ora como personagem, o grupo os atores Juliano Cazarré, Rosanna Viegas, André Araújo e Pedro Martins alternam momentos de grande emoção, comicidade, lirismo e, por vezes, terror. Três histórias principais atravessam a peça e várias outras se interpõem a elas. A primeira história trata da morte de Balu, um cãozinho filhote, a segunda história se passa num bar, onde três bêbados e seu fiel garçom conversam sobre a morte, e o terceiro texto é adaptação de uma bela parábola budista na qual uma mulher busca um remédio para a morte do seu filho, até que encontra Buda.

Adubo já foi apresentado em aproximadamente 50 cidades brasileiras, do Amapá ao Rio Grande do Sul, sempre muito aplaudido. Já participou de diversos festivais de teatro, no Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Porto Alegre, Goiânia, Londrina e em outras cidades. Em Brasília, onde estreou, em 2005, o espetáculo tornou se uma referência obrigatória para artistas e estudantes de teatro. Apesar de recente, Adubo é considerado um marco na história do teatro candango.

Serviço

Dias e horários:  Até 2 de fevereiro, às 21h e dia 3 de fevereiro, às 20h

Ingressos:R$ 20 e R$10 (meia-entrada)

Duração: 75 minutos

Classificação indicativa: 14 anos

 

Com informações de Quadrado Redondo Comunição Integrada