Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/11/20 às 12h37 - Atualizado em 9/11/20 às 12h41

Plano de reestruturação para o Parque de Exposições Granja do Torto é lançado durante a primeira Expoabra Digital

COMPARTILHAR

 

O Parque de Exposições Granja do Torto (PGT) se tornará o grande centro de desenvolvimento da agropecuária da região centro-oeste. O plano de reestruturação para 2020/2021 foi lançando nesta quinta-feira, 5/11, durante a abertura da primeira Expoabra Digital, exposição agropecuária de Brasília, que segue transmitida para todo o Brasil até domingo, 8/11, por meio da plataforma www.expoabra.com.br. Até o momento, as empresas investidoras já empenharam mais de R$ 150 milhões para o novo projeto. “Nós temos uma área de 74 hectares que agora será melhor aproveitada para o desenvolvimento da agropecuária. Somos a capital federal, de onde saem as decisões para o país e pra onde vem quem quer fazer negócios no agro cerrado Brasileiro. Portanto, as mudanças representam um grande investimento. Estimulam o crescimento do setor agropecuário, do número de profissionais e pesquisadores da área, gerando emprego e formando mão-de-obra especializada”, avaliou o diretor-presidente do PGT, Eugênio Farias.

 

Outro destaque do novo projeto será o PGT Eventos, cuja estrutura permitirá que Brasília seja sede das maiores exposições e eventos do setor, como a Expoabra e a Expocountry, impactando diretamente o turismo na capital federal. “É uma engrenagem que funciona de forma integrada. O agrobusiness brasileiro experimenta um momento de grande oportunidade, sendo também uma das principais potências do turismo em nossa região. Vale lembrar que o Distrito Federal possui belas paisagens e um potencial rural muito forte, o que possibilita uma série de oportunidades, com diferentes roteiros entre gastronomia, aventura, ecoturismo e cultural”, afirmou a secretaria de Turismo do DF, Vanessa Mendonça.

 

Brasília é hoje a cidade com maior rebanho eqüino per capita do país. Isso gera feiras, exposições, leilões, negócios, geração de emprego e renda, reforçados pelo turismo. E com a nova estrutura prevista, o Parque da Granja do Torto vai melhorar ainda mais as condições para receber grandes eventos, nacionais e internacionais, como o Brasília Moto Week, o maior encontro de motociclista da América Latina. “O local é um dos principais pontos de eventos em nossa cidade, que tem uma localização privilegiada, no centro do país. Não tenho dúvidas de que o novo parque vai atrair mais negócios, lazer e o olhar de diferentes visitantes do Brasil e do mundo. A capital é um destino turístico e estamos trabalhando de forma integrada na promoção da nossa cidade”, completou Vanessa.

 

Para o vice-governador do DF, Paco Britto, a recuperação do Parque da Granja do Torto tem ainda um simbolismo muito forte neste momento o qual o país atravessa. “O agro é a força do Brasil e esse o principal setor que está levando o país adiante. A nossa economia está sendo gerada graças aos produtores rurais. Então, é fundamental esse estímulo ao setor. Precisamos voltar a fazer da Granja do Torto o local dos grandes eventos, dos mega leilões para contribuir e fortalecer ainda mais esse setor que sempre tem nos impulsionado”, concluiu Britto.

 

A abertura da primeira Expoabra Digital contou ainda com a presença do secretário de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, Candido Teles; o deputado distrital, Roosevelt Vilela; o vice-presidente da Federação da Agricultura do DF, Alexandre Sence; a presidente da Emater-DF, Denise Andrade da Fonseca; Airton Nunes, gerente de Crédito Rural do BRB, entre outras autoridades e convidados.