Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/12/20 às 15h15 - Atualizado em 4/12/20 às 15h17

Planejamento do Bicentenário da Independência do Brasil é tema de encontro entre Secretaria Nacional do Turismo e Setur-DF

COMPARTILHAR

 

 

Transformar o Bicentenário da Independência do Brasil em um legado. Esse foi o tema principal do encontro entre a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, e o Sr. Rogério Paes, gerente de projetos da Secretaria Nacional da Cultura, nesta quinta-feira (4/12). “Queremos transformar os duzentos anos da Independência do Brasil em uma data histórica, na qual o patriotismo e o orgulho de ser brasileiro, de levantar a nossa bandeira, seja realmente resgatado em todo país. Para isso, estamos preparando uma grande ação capaz de fazer do evento muito mais que uma grande festa, mas um sentimento de identidade e pertencimento”, disse Paes.

 

O start para esse grande projeto que une cultura e turismo não poderia ser em outro lugar: Brasília, porta de entrada para o Brasil. “Estamos muito felizes com esse convite porque a proposta está alinhada ao que estamos trabalhando desde o início da gestão do nosso Governo, ressignificando nossa história e valores para transformar, de fato, Brasília em um importante pólo turístico”, afirmou a secretária, que, entre os exemplos, destacou o novo olhar que a pasta vem conduzindo a Cerimônia da Troca da Bandeira. “A cerimônia da Troca da Bandeira é uma festividade nacional, celebrada com orgulho em muitos países, mas que não tinha o mesmo simbolismo em Brasília. E uma das nossas ações, desde o primeiro momento da nossa gestão, foi justamente resgatar esse sentimento de identidade e pertencimento tão importante para a cultura brasileira e nosso Brasil. É o novo olhar do turismo”, afirmou a secretária.

 

Desde 2019, a manhã cívica da solenidade de Troca da Bandeira Nacional entrou no calendário da população brasiliense. O evento oferece aos visitantes a experiência do patriotismo e da diversidade cultural do Brasil em plena Praça dos Três Poderes. A celebração, antes restrita apenas a 50 minutos de duração, passou a oferecer uma extensa programação, com atividades gratuitas de lazer, bem-estar, shows culturais e apresentações das forças militares, com divulgação de programas culturais, educativos e sociais. Em pouco tempo, a iniciativa da Setur-DF aumentou o engajamento do público, que saltou de uma média de 200 pessoas para cerca de 2,5 mil participantes, chegando a mais de 7 mil visitantes em apenas um dia.  “Temos a consciência do valor da nossa cultura, o quanto ela representa e ainda pode alcançar. E o que estamos fazendo é impulsionar, melhorar, dar visibilidade ao que está na nossa frente, mas nenhum outro governo foi capaz de ver. É o novo olhar do turismo. E o que nosso Governo tem feito é justamente isso. Reconhecer e valorizar o turismo da nossa capital por meio de tudo o que ela pode oferecer”, concluiu Vanessa Mendonça.