Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/08/20 às 14h09 - Atualizado em 4/08/20 às 14h09

Parceria entre Setur e BRB beneficia profissionais e pequenas empresas de eventos

COMPARTILHAR

Condições diferenciadas de financiamento defendidas pela Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur) contemplam pessoas físicas e jurídicas de diferentes setores do turismo de Brasília afetados pela pandemia de coronavírus.

 

 

A secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, anunciou que mais um segmento do turismo do Distrito Federal teve acesso às linhas de crédito do Banco de Brasília (BRB) com taxas e condições diferenciadas de pagamento. O setor responsável pela realização de eventos sociais e corporativos, que reúne cerca de 250 pequenas empresas e profissionais autônomos, negociou com o BRB acesso ao crédito do programa Supera-DF com condições diferenciadas de pagamento. A parceria entre a Setur e o BRB para fortalecer o turismo foi firmado no início da pandemia, em março.

 

“O turismo foi uma das primeiras atividades econômicas a fechar e vai ser uma das últimas a reabrir. Desde o início da pandemia apoiamos esses empreendedores e autônomos que geram emprego e renda na economia de Brasília. As empresas e trabalhadores do setor de turismo afetados pelos impactos da pandemia necessitam desse aporte financeiro até que possam retomar suas atividades com segurança num futuro próximo”, disse a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça.

 

A categoria mais recente beneficiada pela iniciativa da Setur é representada pela Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abraeventos). São empreendedores que organizam eventos sociais e coorporativos como recepções, festas de casamento e solenidades, entre outros.  “A secretária abraçou a nossa causa e, com nossas atividades paradas, esse empréstimo já é um alento até que tenhamos um protocolo gradual de retorno dos eventos”, reconheceu Karla Vinhas, presidente da Abraeventos. Ela trabalha com decoração de festas e solenidades.

Os eventos, como casamentos, normalmente são programados com antecedência e muitos que estavam agendados para este ano foram cancelados. Por isso, diante da falta de perspectivas, o crédito do programa Supera-DF é tão importante para a manutenção das empresas e dos empregos, disse Karla durante reunião com a secretária Vanessa Mendonça.

 

Os empréstimos são concedidos mediante análise de crédito pelo BRB e poderão ser contratados até setembro. Os juros variam de acordo com a modalidade do crédito, a partir de 0,80% ao mês, com prazo de 36 meses para pagamento e seis meses de carência. Além das 244 empresas associadas, outros 300 profissionais autônomos vinculados a Abraeventos como garçons e copeiros, entre outros, poderão se beneficiar com o acordo entre a Setur e o BRB.

 

A iniciativa concede financiamentos aos empresários e profissionais autônomos do turismo com linhas de crédito criadas especialmente para atender o setor como artesãos, guias de turismo, agências de viagens, rede hoteleira e de hospedagem. O BRB disponibiliza as seguintes linhas de crédito: Acreditar – produto de microcrédito do BRB; Progiro – Capital de Giro; e BRB Investimento. Os profissionais autônomos de turismo precisam apresentar ao banco o número do Cadastur e as empresas o registro em seu CNPJ da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) vinculado ao turismo.