Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/01/21 às 11h52 - Atualizado em 27/01/21 às 11h52

Infinu Comunidade Criativa se destaca no Prêmio Brasília: o Novo Olhar do Turismo

COMPARTILHAR

Quem passa pela 506 Sul percebe a ressignificação que a quadra vem recebendo nos últimos meses. Desde junho de 2020, Brasília ganhou no local uma praça colorida e cheia de estilo a céu aberto: o Infinu Comunidade Criativa. O complexo de entretenimento transformou um espaço abandonado em vitrine de cultura e criatividade, integrando mais de 60 empreendedores em atividades diversas, como restaurantes, cafés e artesanatos, gerando mais opções de lazer, renda e emprego para a cidade.

 

 

 

A área, que faz parte do projeto Adote Uma Praça, uma parceria público-privada, é um exemplo de como a percepção e o uso de espaços públicos podem ser transformados de maneira criativa. “A W3 é o coração pulsante da nossa capital e a ideia foi criar uma esquina onde as pessoas pudessem compartilhar a alegria e a arte brasiliense. Uma evolução de um projeto nosso, o Picnik, que já existe há oito anos”, disse Miguel Galvão, sócio do Infinu ao lado Ernani Pelucio e Maiene Horbylon.

 

A iniciativa fez tanto sucesso entre moradores e visitantes da cidade que, em pouco tempo, foi reconhecida pelo Prêmio Brasília: o Novo Olhar do Turismo, ação inédita realizada pela Secretaria de Turismo do Distrito Federal, em parceria com a Fecomércio, Sesc, Senac e Fundação Athos Bulcão, para homenagear profissionais e iniciativas que, nos últimos 24 meses, vem contribuindo para a consolidação da capital federal como destino turístico. E o reconhecimento veio em dose dupla. Na premiação, o Infinu levou o 2º Lugar na categoria Equipamentos de Entretenimento Natural e/ou Cultural e o empresário Miguel Galvão conquistou a 2ª posição por Micro e Pequenos Empreendedores.

 

Secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça visitou o espaço para a entrega dos prêmios e destacou a importância da iniciativa para o fortalecimento da cultura e lazer para a população e o fomento da cidade como destino turístico. “Gostaríamos de parabenizá-los pela coragem e ousadia. Virtudes que, cada vez mais, queremos em nossa cidade. Em nome do nosso Governo, é uma honra poder premiá-los pelo turismo”, disse a secretária. “É muito gratificante receber esse reconhecimento, ainda mais por uma entidade tão importante como a Setur-DF e todas as que votaram na gente. Esperamos que esta seja a sinalização de um futuro harmonioso, positivo e de prosperidade para toda a nossa comunidade”, comemorou Miguel Galvão.

 

Os empresários Ernani Pelucio, Maiene Horbylon e Miguel Galvão ao lado da secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça

 

Sobre o prêmio

Os vencedores do Prêmio Brasília: o Novo Olhar do Turismo foram conhecidos em uma cerimônia on-line, realizada em dezembro de 2020, seguindo todos os protocolos de segurança. Ao todo, a premiação recebeu 375 inscrições, das quais 69 foram premiadas com ouro, prata e bronze. Foram 23 categorias, divididas entre 12 Profissionais e 11 Iniciativas. Oito participantes concorreram na categoria Equipamentos de Entretenimento Natural e/ou cultural, que teve como comissão julgadora representantes da Setur-DF, Visitação Institucional Integrada em Brasília (Viibra) e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Além do Infinu Comunidade Criativa, o Caminhos Do Planalto Central conquistou o primeiro lugar e o Festival Flutua o terceiro. Já a categoria Micro e Pequenos Empreendedores teve 10 participantes. Além de Miguel, o primeiro lugar foi conquistado por Mara Alcamim e André Noblat levou o terceiro lugar. Veja a lista completa dos vencedores por categoria no site do prêmio:

https://www.premioturismo.bsb.br/vencedores-do-premio/