Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/11/13 às 21h09 - Atualizado em 29/11/13 às 21h41

Gymnasiade Brasília 2013 encanta o mundo

COMPARTILHAR

No primeiro dia das competições, nesta sexta-feira (29), cinco modalidades foram disputadas nos parques esportivos da competição, Atletismo, Xadrez, Natação, Karatê e Ginástica Aeróbica

A campeã olímpica e recordista mundial de natação dos 100 metros nado peito nos Jogos Olímpicos de Londres, Ruta Meilutyté de 16 anos está em Brasília disputando a Gymnasiade. A expectativa da atleta é de bater o seu recorde mundial da prova de 01'04'35 amanhã (30). Na segunda-feira (2/12), Ruta cai na piscina para as provas de 200metros peito e 50 metros livre, na terça (3/12) ela fecha sua participação no evento com os 100 m livre. Ela compete pela delegação inglesa e é natural da Lituânia. Os competidores se dividiram entre os parques do Corpo de Bombeiros Militar do DF -CECAF (Atletismo e caratê), o Centro de Convenções Ulysses Guimarães (Xadrez e Ginástica Aeróbica), o Complexo Aquático Cláudio Coutinho (Natação).

Muitos atletas que hoje são destaque nacional, já fizeram parte da história da Gymnasiade. O atleta da Ginástica artística brasileira, primeiro do Brasil a se classificar para a disputa individual final nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, Sérgio Sasaki é um exemplo. “A Gymnasiade foi muito importante para a minha carreira. Todos os competidores são de alto nível e disputam as competições mais importantes do mundo. O atleta tem que disputar qualquer competição com mesmo empenho e determinação. Não importa se é um campeonato estadual ou se é uma competição internacional”, destacou.

Flor do Cerrado, a pira da Gymnasiade

Um misto de coreografias impressionou o público que vibrou com a abertura da 15º Gymnasiade. Mais de 30 delegações estrangeiras e a brasileira ficaram encantadas, o evento contou com a presença de oito mil pessoas. Entre os convidados estavam alunos das 45 escolas públicas, nove particulares, 11 centros olímpicos. Prestigiaram o evento, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, os secretários de Turismo, Luis Otávio e Esporte, Júlio Ribeiro.

“A Gymnasiade é resultado de um esforço coletivo do governo brasileiro e do DF. Nós da secretaria de Turismo trabalhamos na captação deste evento para Brasília em meados de 2011, ainda no começo da gestão. Ver toda essa cerimônia sendo prestigiada é motivo de orgulho”, destacou o secretário de Turismo, Luis Otávio Neves.

A Torre Digital, mais conhecida como a Flor do Cerrado, foi transformada em pira olímpica, e foi acendida pela ex-atleta do vôlei brasileiro e campeã mundial, Leila Gomes. Os atletas Ícaro Ludgero, da delegação brasileira e Hu Zhengyi, da China fizeram o juramento do atleta juntamente com os arbítrios da Ginástica Aeróbica do Brasil, Claudio Costa e Maria Pachta da Grécia. O encerramento da festa ficou por conta do cantor, Michel Teló que virou coro internacional ao som do hit “Aí se eu te pego”. O artista deixou um recado aos jovens atletasTentei fazer futebol e natação, mas meu negócio era cantar.”nunca deixem de acreditar e batalhar por seu sonho. Boa sorte à todos os atletas”, finalizou Teló.

O presidente da Confederação Brasileira de Desporto Escolar, Antônio Hora Filho, declarou aberto oficialmente os jogos e se emocionou com a concretização do sonho de pela primeira vez realizar a Gymnasiade nas Américas e no Brasil. “Há pouco mais de 15 anos, imaginar a Gymnasiade no Brasil era apenas um sonho, com a ajuda do governo brasileiro se transformou em realidade. Vocês visitantes de outros países, levem a nossa maior riqueza, a simpatia e recepção calorosa do povo brasileiro”, disse.

O presidente da Federação Internacional Esporte Escolar (ISF), Andrea Delpim disse que a Gymnasiade é o evento mais importante, pois tem a educação como componente do esporte. Ele recordou que a capital do país será sede da Copa do Mundo FIFA 2014 junto com as outras capitais, e também dos Jogos Olímpicos de 2016. “A hospitalidade, a amizade, a socialização entre os participantes representam um aprendizado único para os estudantes.” (tradução livre)

A jovem mineira, Iracema Alves Apolinário, de 16 anos, da delegação brasileira e atleta da prova dos 400 metros do Atletismo está otimista para a disputa. Incentivada desde os oito anos, a garota é vice-campeã brasileira do Mundial Escolar. “Eu já conhecia Brasília, mas receber em nosso país esta competição é uma alegria enorme. A cidade é bonita e estou confiante para a minha prova”, declarou na ocasião.

Para a voluntária de transporte, Samantha Ester, de 18 anos, a Gymnasiade em Brasília é uma oportunidade para treinar o inglês e conhecer o mundo todo sem sair do país. “Estou feliz, pois nossa cidade está cada dia mais se destacando e promovendo grandes eventos. As apresentações de abertura mostraram o quanto o nosso país é rico e carrega uma diversidade enorme”, disse.