Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/04/19 às 18h43 - Atualizado em 23/04/19 às 18h35

Crianças de escola de Planaltina visitam Residência Oficial de Águas Claras

COMPARTILHAR

 

Projeto realizado pela Casa Militar e pelas secretarias de Turismo e Educação já atendeu mais de 150 alunos nesse ano

 

Alunos de escolas públicas do Distrito Federal estão tendo a oportunidade de conhecer a Residência Oficial de Águas Claras (Roac) e aprender mais sobre a capital brasileira. O projeto de Turismo Cívico Roac de Portas Abertas, promovido pela Casa Militar e pelas secretarias de Turismo e de Educação gcom apoio da TCB , recebeu nesta segunda-feira (15), 32 crianças do 5º ano do Centro Educacional 10 de Planaltina.

 

“Esse projeto de Turismo Cívico apresenta para os estudantes a nossa linda capital. Além de contar a história da nossa cidade, procuramos despertar nessas crianças amor e admiração por Brasília”, ressaltou a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça. De acordo com ela, muitas dessas crianças não têm a oportunidade de sair das regiões administrativas que moram e desconhecem a memória da cidade.

 

O projeto foi reativado no dia 18 de março. Todas as segundas feiras um grupo de alunos de diferentes escolas são convidados. Nas cinco visitas promovidas em 2019, 160 alunos da rede pública já participaram do programa, que é composto de visita guiada, apresentação de palestra sobre Brasília e sobre a região administrativa que eles moram.

 

O transporte das crianças é feito em um ônibus da TCB cedido para a Secretaria de Turismo e adesivado com a temática do Turismo Cívico. “Recebemos uma orientação do diretor-presidente da TCB, Cancherley de Melo Santana, para que não poupemos esforços para a execução desse projeto que é tão importante para a educação das nossas crianças”, afirmou o assessor do diretor-presidente Geean Robson.

 

A aluna Milena Pereira de Lima, 10 anos, saiu encantada com a casa e disse que aprendeu muito sobre a palestra proferida pela professora e arquiteta Angelina Nardelli. “Aprendi coisas novas e achei tudo muito bonito, mas o que eu mais gostei foi do lustre das sala de jantar e das obras de arte”, destacou a estudante.