Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/02/18 às 12h47 - Atualizado em 19/02/18 às 10h39

Corujão estenderá serviço ao Setor de Clubes Sul

COMPARTILHAR

Atendendo a uma demanda antiga do setor de bares e restaurantes do DF, o serviço de transporte público noturno vai contemplar o Setor de Clubes Sul, que inclui áreas de entretenimento como o Pier 21, o Pontão do Lago Sul e a Orla JK. A operação das linhas começa em 19 de fevereiro, com horários que abrangem a madrugada. A iniciativa da Secretaria Adjunta de Turismo, em parceria com a Secretaria de Mobilidade, faz parte da segunda etapa de melhorias feitas no sistema.

 

Reunião com empresários - Ampliação do serviço do Corujão

 

A linha 103.3, criada para realizar o trajeto Rodoviária do Plano Piloto – Av. das Nações, que compreende o Setor de Clubes Sul, partirá em três horários (0 hora, 1 hora e 2 horas). Já as linhas existentes, 0.934 e 122.1 foram readequadas para cobrirem, respectivamente, os trechos 2 e 3 do Sol Nascente e o Lago Norte e o Varjão. O cidadão ainda vai poder se programar pelo aplicativo lançado pelo Governo de Brasília, que permite consultar os horários de ônibus da Piracicaba e Marechal e traçar rotas em tempo real. As novas linhas não representarão custos extras ao Governo de Brasília.

 

“Esse é um momento muito importante para o setor de serviços, assim como para a nossa cidade. Está sendo corrigido um erro histórico com os empreendedores que atuam nessa área do Setor de Clubes Sul, que compreende o Pontão, o Pier 21 e a Orla JK, que não podiam contar com o transporte público na região para levar seus trabalhadores à Rodoviária”, reforça o secretário de Turismo, Jaime Recena.

 

A primeira etapa da readequação de linhas para o período noturno havia sido feita, no ano passado, em regiões como Plano Piloto, Águas Claras, Taguatinga e Ceilândia. Os ônibus circulam das 23 às 5 horas, quando a população passa a ser atendida pelo serviço básico do sistema. Com a inclusão do Setor de Clubes Sul, o Corujão do Distrito Federal passa a contar com 17 linhas. O cidadão que utilizar o serviço, que opera na Plataforma C da Rodoviária, pode usufruir do Bilhete Único, saindo o percurso por até R$ 5.

 

“Essa é uma vitória dos trabalhadores que atuam nessa área de alimentação fora do lar. O Corujão vai ajudar bastante os empresários, que vão economizar em transportes particulares. Essa economia, muito provavelmente, se transformará em novos empregos para a cidade, investir em novos negócios”, destaca o presidente do Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes, Jael Antônio da Silva.

 

O Corujão foi criado em junho de 1995, após a publicação da lei distrital 877/95, de autoria do governador Rodrigo Rollemberg, que na época era deputado distrital.