Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/06/13 às 13h29 - Atualizado em 11/10/17 às 16h44

Copa coloca o país na rota dos grandes eventos

COMPARTILHAR

Mercado de grandes eventos foi o que mais cresceu em 2012

O mercado de eventos no país está em plena expansão. As empresas organizadoras de eventos cresceram 23,3% no ano passado e já se colocam à frente de agências de viagem (21,9%) e promotores de feiras (14,9%), respectivamente nas segundas e terceira posições, de acordo com dados da 9ª Pesquisa Anual de Conjuntura Econômica do Turismo (PACET), realizada pela Fundação Getúlio Vargas.

De acordo com os executivos das empresas entrevistadas pela PACET, os promotores de feiras sentiram a tendência de aumento e captaram novos clientes. Eles também afirmam terem sido beneficiados pela mudança de perfil das exposições, que agora recebem segmentos técnicos, como de mecânica e eletrônica.

A Copa das Confederações e a Copa do Mundo aumentaram a exposição do Brasil em outros países, gerando uma sequência de eventos internacionais nos últimos dois anos. O maior deles, a Rio+20, colocou as questões ambientais na pauta econômica das grandes economias. O Brasil também concorre para sediar a Expo 2020, o terceiro maior evento do mundo, atrás apenas da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos.

No momento, o país se prepara para o maior encontro de jovens católicos do mundo: a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que reunirá 1,7 milhão de pessoas, entre os dias 23 e 28 de julho, no Rio de Janeiro. O turismo religioso é um dos segmentos que mais cresce no mundo. No ano passado, foi responsável por 8,1 milhões de viagens pelo Brasil.

De 2003 a 2012, o número de eventos internacionais aumentou de 28 para 360. O Brasil teve o quinto maior crescimento na captação de eventos internacionais ano passado (18%), na comparação com 2011. Um levantamento do International Congress & Convention Association (ICCA) mostra que o crescimento é superior ao da Itália, França, Alemanha e Reino Unido, mantendo o país na 7ª posição no ranking internacional.

*Com informações do Ministério do Turismo