Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/03/18 às 16h33 - Atualizado em 27/03/18 às 11h17

Centro de Convenções passa por licitação nesta terça-feira (27)

COMPARTILHAR

AGÊNCIA BRASÍLIA

 

Os envelopes com as propostas da iniciativa privada para gerir o Centro de Convenções Ulysses Guimarães pelos próximos 25 anos serão abertos nesta terça-feira (27), na Secretaria de Fazenda (Setor Bancário Norte, Quadra 2, Bloco A, Edifício Vale do Rio Doce), a partir das 14 horas.

 

Após a escolha do vencedor da licitação, a Subsecretaria de Parcerias Público-Privadas, da Secretaria de Fazenda, estima em mais 60 dias até o contrato ser assinado.

 

O futuro concessionário também será responsável por administrar a Praça dos Namorados, que fica atrás do Centro de Convenções.

 

O governo de Brasília espera ter um parceiro especializado na realização de shows e eventos. “A expertise da iniciativa privada será importante para aquecer a economia local. Com eventos grandes, a consequência é mais lucro para bares, hotéis, serviços de segurança, comércio em geral”, diz o subsecretário de Parcerias Público-Privadas, Rossini Dias.

 

Publicado pela primeira vez em 2016, o edital de concessão passou por um pente-fino no Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) e por diversas retificações até chegar ao modelo atual, feito em parceria com o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (Unops).

 

Investimentos e possíveis lucros do administrador do Centro de Convenções Ulysses Guimarães

O valor mínimo de outorga por ano é R$ 2,6 milhões, preço a ser pago em cada aniversário do contrato. No ato da assinatura, R$ 3,8 milhões devem ser repassados pelo concessionário para a administração pública. Outros R$ 12 milhões devem ser investidos na reforma do espaço.

 

A exploração comercial fica por conta do recebimento de eventos, seja com a promoção deles, seja com o aluguel do espaço e a publicidade.

 

A taxa de ocupação anual do Centro em eventos privados gira em torno de 20%, e o objetivo da parceria é aumentar consideravelmente esse porcentual.

 

Palco ideal para eventos de médio e grande porte, o Centro de Convenções tem 54 mil metros quadrados de área construída. O espaço é dividido em três alas e cinco auditórios. Há ainda 13 salas moduláveis, áreas de apoio e espaços para feiras e exposições.

 

Mais informações em www.parceria.df.gov.br.