Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/01/13 às 18h49 - Atualizado em 18/01/13 às 18h02

Brasília sediará Simpósio Internacional IASS-SLTE 2014

COMPARTILHAR

 Será a terceira vez em 20 anos que o simpósio anual do IASS será realizado nas Américas

Os membros International Association for Shell and Spatial Structures (IASS) confirmaram, esta semana, a realização da edição de 2014 do Simpósio Anual do setor em Brasília. O evento deverá acontecer no mês de setembro, no pós-Copa do Mundo. Será a terceira vez em 20 anos que o simpósio anual do IASS será realizado nas Américas. A estimativa é que 1500 pessoas participem.

O Simpósio terá como tema “Shells, membranas e estruturas espaciais: Pegadas”, que deverá discutir as mudanças nos espaços urbanos diante da crescente aglomeração de pessoas nas cidades. Neste contexto, a Associação Internacional para a Shell e estruturas espaciais (tradução em português) deverá debater soluções com vistas, principalmente, à preservação do meio ambiente.

Ao todo, serão cinco dias de palestras, debates, formação de grupos de discussões e apresentações de trabalhos científicos. Em meio à programação, os organizadores promoverão o 6º Simpósio Latino-Americano das Estruturas de Tensão. Será a segunda vez que os eventos ocorrerão de forma integrada.

A captação do Simpósio foi um trabalho do Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Turismo, tendo em vista a movimentação da cadeia produtiva, das empresas de receptivo e, consequentemente, da economia da cidade. Para ratificar o interesse da cidade em receber o evento, GDF, a Setur-DF e a Novacap enviaram carta de apoio ao presidente da Associação.

Além da manifestação positiva do governo, Brasília foi escolhida por possuir uma série de atrativos técnicos para a realização do Simpósio, devido às suas grandes obras arquitetônicas, modernas e sustentáveis, bem como o título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. “Nossa Capital Federal tem tudo a ver com as áreas da engenharia de estruturas e arquitetura, sendo o seu urbanismo e sua arquitetura uma referência mundial, e a cidade dispõe de todas as condições logísticas para atender a um evento de alto padrão internacional, como é o caso em questão” ressalta o responsável pela organização do evento, Ruy Marcelo Pauletti.

Uma vez na cidade, os participantes poderão, por exemplo, conhecer o Estádio Nacional Mané Garricha, que já estará pronto, oferecendo-lhes a oportunidade de constatar em loco a maior obra de cabos tencionados do mundo, além de todos os requisitos que o fazem a arena uma referência mundial.