Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/06/18 às 18h28 - Atualizado em 8/06/18 às 18h30

Brasília como Cidade Design da Unesco é apresentado no IESB

COMPARTILHAR

Alunos dos cursos de design de moda, de interiores e gráfico da faculdade  IESB conheceram nesta sexta-feira (8) a proposta que  levou Brasília a ser eleita, em 2017,  para a Rede de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), categoria Cidade Design. Em palestra para os estudantes,  a chefe da unidade de Captação de Eventos da Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer do Distrito Federal, Nicole Facuri,  explicou que a candidatura para entrar no grupo seguiu as metas estabelecidas pelo Plano de Turismo Criativo do Distrito Federal.

 

Ela também apresentou o  mapa Brasília Cidade Criativa do Design,  com 58 endereços de design, localizados na área central da capital e divididos entre cafés e padarias, lojas e galerias, hotéis, restôs, bares e cervejarias. O material também contextualiza a relação entre Brasília e design, assim como divulga 18 atrativos para os fãs da arquitetura modernista.

 

“Daqui a quatro anos a Unesco vai fazer uma avaliação para  verificar se Brasília cumpriu as exigências para continuar como Cidade Criativa Design. É que importante ressaltar que a manutenção da cidade na rede não depende só do setor público. Precisamos da participação de todos para colocar em prática esse projeto”, disse Nicole.

 

A Rede das Cidades Criativas foi criada em 2004 pela Unesco. O objetivo foi de promover a cooperação entre as metrópoles que identificaram a criatividade como fator estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável. Atualmente 180 cidades de 72 países fazem parte da rede atuando em sete áreas temáticas: artesanato e artes folclóricas, design, filme, gastronomia, literatura, artes midiáticas e música.  Outra cidade brasileira integrante da rede na categoria design é Curitiba, que foi a primeira a entrar.